sábado, 16 de julho de 2011

Meio a meio.

Estamos vivendo um mundo de excessos, e paradoxalmente um mundo de escassez. 
Temos excessos de vaidade e escassez de conteúdo.
Há excesso de homens com muito dinheiro e excesso de muitos homens sem dinheiro.
Há excesso pelo corpo perfeito. Há excesso de relapso do corpo.
Há excesso de famintos. Há excesso de obesos.
Excesso por dinheiro fácil. Escassez por dignidade.
Excesso de poder. Escassez de reflexão. ...
E ai vai.... há tantos excessos e escassez...
Porque  entre o excesso e a escassez , não colocamos a ponderação o que criaria o bom senso.