quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Algumas considerações sobre sentimentos.

Alguns homens que dispensaram o seu tempo pensando no pensar e como funciona essa nossa maquina chamada cérebro e sua alma chamada consciência. Nunca tivera duvida de que o sentimento é o grande produto desses dois caras, cérebro e consciência.

É sentir, ter sentimento e saber que ele sente, é importante para dar alguns norte quando estamos perdido e constantemente estamos.
Por isso surgiu uma palavra chamada, projeção.
Sempre que não queremos sentir o que sentimos, ou fingir  não sentir o que  sentimos usamos de projeção.

E claro projetamos sempre no outro, criamos o inimigo. O nosso fracasso financeiro e porque os meus pais eram pobres ou o Brasil é injusto. O meu amor não deu certo, porque tem um monte de gente botando olho gordo. A culpa é do diabo, da macumba, da imoralidade. Mas afinal se temos o livre arbítrio podemos nos livras de tudo isso. Não podemos? Dificilmente conseguira se livrar se não entender os seus sentimentos.

Assim:

O seu sentimento de ciumes vem do conhecimento de que você tem alguma atração a mais além da pessoa amada, ou outro sentimento de algum inferioridade com o seu equipamento de prazer e amor. Sim! E  seu eu possa amar outra pessoa além da pessoa que estou , a minha amada também pode.

O seu sentimento de preconceito vem de que você é inferior e tem algum sentimento que os outros vão condenar. Condenar o outro sempre alivia a nosso própria condenação.

E temer a condenação do outro sobre nos   causa algum sentimento inferior que por sua vez causa o sentimento de superioridade. Eu não sou igual a ele, sou melhor.

E assim vamos nos enganando por muito tempo, talvez por todo uma vida. E nos enganando vamos nos machucando e machucando outros. Ai surge o sentimento de culpa e de injustiça.

Não precisamos idealizar achando que temos que ser o melhor ou o pior. Temos que ser honesto com nossos sentimentos e saber o porque sentimos.

Você conhece os seus sentimentos?

É uma pergunta pesada, que revela logo quem somos.  Para muitos é uma pergunta cara, cara de mais para se feita. Como é que é? Se eu conheço os meus sentimentos? Eu tenho mais o que pensar.
Pronto ai esta.  Perguntar a seus sentimentos sobre eles, deve ser mais difícil ainda.
Porque eu  sinto medo? De onde vem o medo em mim?
Porque tenho arrogância, de onde vem essa arrogância
Porque tenho que culpar o outro sempre de meus problemas. 
Porque sinto preconceito contra .... e de onde vem esse preconceito.
Porque me sinto superior aos demais. E de onde vem esse sentimento de ser superior.
Porque sinto ciumes?
E como diria o rishi védico
" você não está no mundo, o mundo está em você".
Então se pergunte onde começou o seu sentimento de arrogãncia e porque.
E se pergunte de onde vem o seu preconceito por... e porque.
O seu  ciúmes  é porque...
E assustador se perguntar o porque de nossos sentimentos. Mas a escolha é sua.