segunda-feira, 25 de junho de 2012

Colecione o melhor da vida.


Guardo comigo as cores, imagens, sabores e aromas, que em determinado momento de minha vida, descobri ou experimentei e me fizeram bem. Tão bem que trago comigo para onde eu for. Como:

“cheiro de chuva sobre terra seca” quando por varias vezes eu ficava ao lado de minha mãe meus irmãos e tia apreciando o momento. A família junta um ao lado do outro.

“O sabor do doce Beijo de Mulata” que minha tia fazia para nós e novamente a família ali junto, curtindo aquele momento. Falando de tudo e de todos. Graças a Deus.

Macarronada aos domingos.

Final de novela das oito.  Em que todos assistiam juntos, só para criticar no dia seguinte.

Filme de terror, em que ia assistir na casa de um amigo, e juntos na amizade tremia de medo, fortalecendo a amizade.

A vinda de um membro novo para a família, recém-nascido ou casando-se com alguém.

E ai vai, tantas coisas que levamos boas com a gente. Mesmo quanto os tempos são duros. Esses momentos de família, juntos sempre com a gente nos da mais alento.

Acho que sempre foi assim.

 Agora imaginem nossos antepassados, em cavernas escuras ao lado de uma fogueira. Mesmo tendo que sair para caçar, e correrem todos os riscos do mundo exterior ao voltarem para a casa, ops a caverna. A fogueira estava acessa, os outros estavam ali. Valia o dia.

Vale sempre a imagem o aroma o sabor que levamos e vamos experimentando outros e outros e outros...

Todos nós temos boas lembranças, mesmo que ainda escondida dentro de nós.  E porque não coleciona-las?  E conquistar outras para essa nossa coleção.

Não precisamos só lembrar-se das coisas ruins que aconteceu em nossa vida.  E se não temos boas lembranças, podemos começar a experimenta-las.

terça-feira, 19 de junho de 2012

TRUQUE DE VIDA: Sonhos, não são sonhos. São desejos guardados

TRUQUE DE VIDA: Sonhos, não são sonhos. São desejos guardados: Calado e olhando as árvores douradas senti as suas folhas reluz entrelaçarem sobre a luz do sol. Caminhei sobre o gramado imenso e azu...

Sonhos, não são sonhos. São desejos guardados


Calado e olhando as árvores douradas senti as suas folhas reluz entrelaçarem sobre a luz do sol.

Caminhei sobre o gramado imenso e azul, realçando todas as árvores douradas.

E lá na frente o sino da prosperidade. Eu tinha que ir até ele, vencer o imenso gramado azul.

Não se engane o gramado pode não ser o gramado.

Mas não poderia deixar de atravessa-los.

Enfrente o gramado azul, enfrente o meu medo e próximo ao sino da prosperidade toquei...

E vi o seu som ecoar sobre as árvores douradas...

As folhas se moveram, e delas sementes voaram, sementes de

Amizade, compartilhar, entender, ser, apreciar,

Encantar-se... Amar

As sementes das árvores douradas sobre as ondas vibratórias do sino

Ensinaram-me o que é prosperidade...

sábado, 16 de junho de 2012

Valores e princípios

Ter valores pessoais e princípios esta em todo ser humano.

Herdamos de nossos pais, de nossa sociedade, de nossa cultura de nossa religião. Tendo ou não uma religião.  Valores e princípios não são os mesmos, mudam com caminhar do individuo da sociedade.

Alguns valores são importantes, outros fúteis. Princípios também.  Alguns para o bem outros para o mal. Mas todos nos temos.

Houve um tempo em que alguns valores mercantilistas da sociedade era escravizar o outro. Mas os valores humanistas de alguns mudaram os valores de toda essa sociedade.

Houve um tempo em que os princípios de uma sociedade era odiar o outro e destruí-los. Os Princípios de igualdade e respeitos, os princípios de leis, ainda estão mudando essa sociedade.

O individuou pode não saber qual o seus valores ou princípios, mas no caminhas de sua existência a vida sempre esta nos testando, nos expondo a exercer nossos princípios e valores.

E sempre haverá um confronto entre os seus valores e os valores do outro. Talvez seja bom, talvez não.

Mas se souber de seus valores e princípios, saberá enfrentar melhor esses desafios.

domingo, 10 de junho de 2012

Sabedoria de uma boa conversa.


Sempre que parei por algum momento em minha vida e conversei com alguém pude apreender algo.

Talvez não importasse naquele momento o que esse alguém me disse, mas em outros momentos foi útil e sempre me pego surpreso com isso.

Apreendi que todos têm algo para nos dizer e acrescentar em nossas vidas.

Porque simplesmente esse alguém viveu o que não vivemos.

Às vezes estamos num momento de egoísmo, de empáfia, se achando o bom. E que o outro é um reles, um ser qualquer um Zé ninguém. Ou como se diz hoje em dia. Esse cara não tá  em meu circulo e não tem nada a ver com o meu foco. E como sempre, deixamos passar bons momentos e algum aprendizado.

Claro que há sempre o problema do tempo. Às vezes nos falta tempo e por isso mesmo às pessoas estão mais pobres de experiências, menos vividas. – usando o português casual.

Conversar é sempre uma troca de experiência. E conversar com pessoas fora de nossos círculos é ainda mais enriquecedor.

E numa dessas conversas que um alguém me disse:

“Mesmo o pior livro, o pior filme sempre tem algo que não sabíamos que nos emociona e nos enriquece”.



Levo esse aprendizado para os momentos que disponho para conversas. Sejam em supermercados, filas de banco, ônibus...

Às vezes há chatice, mas quase sempre se pode tirar algum proveito.

Bom proveito.

" HÁ SEMPRE UMA VERDADE QUE NÃO ESPERAVAMOS"

domingo, 3 de junho de 2012

Feridas.

As feridas em meu coração não dizem apenas
A dor das paixões
As feridas em meu coração me dizem
O quanto fui capaz de amar, apaixonar
De experimentar o sentir
Não deixei de gostar por causa da dor
Não deixei de sofrer por gostar
As feridas de meu coração são prova
de que em minuto algun eu hesite
em gostar em me entregar
Não lamento as feridas de meu coração
Não lamento viver.